Boletim CJE – 25/02

Panorama Brasil

Esta semana, a prévia da inflação medida pelo IPCA-15 apresentou uma desaceleração em fevereiro, uma vez com a alta menos marcada nos preços dos alimentos e o recuo no gás de cozinha e na energia elétrica. Assim, depois de subir 0,39% no começo de 2018, este índice de preços avançou 0,38% em fevereiro, sendo essa a segunda menor taxa para o mês desde o Plano Real de 1994. Além disso, o que confirma este cenário mais otimista, é o fato de que o IPCA-15 tenha registrado alta de 0,54 no ano anterior, e em 12 meses, o indicador subiu 2,86%, um valor bem menor do que os 3,02% registrado nos 12 meses imediatamente anteriores. Ademais, no mesmo sentido que o IPCA-15, o índice da construção da FGV desacelera alta para 0,14% em fevereiro. Com isso, o índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços saiu do aumento de 0,59% em janeiro para 0,32% um mês depois. Entretanto, já o índice referente à Mão de obra não registrou variação em fevereiro, após subir 0,03% no mês passado.

Já em relação ao Mercado, o IBGE mostra que esse apresenta 26,4 milhões de trabalhadores subutilizados no quarto trimestre de 2017. É importante explicar que subutilização é um conceito usado pelo IBGE que soma desempregados aos subocupados (pessoas que estão trabalhando menos do que gostariam). Assim, este número de 26,4 milhões equivale a 23,6% da força de trabalho ampliada (força de trabalho e a força de trabalho potencial). No terceiro trimestre de 2017, essa taxa estava em 23,8%, o que demostra uma leve melhora para atividade econômica. Além disso, o IBGE também apresentou a taxa de desemprego por unidade da federação. Com isso, no Estado de São Paulo, o número foi de 12,7% no último trimestre do ano passado, abaixo do registrado no terceiro trimestre (13,2%). No entanto, este resultado seguia acima do registrado no mesmo período do ano de 2016 (12,4%).

Uma vez neste cenário, a agência de classificação de crédito Fitch rebaixou, na sexta feira, o rating soberano do Brasil de “BB”  para “BB-“, e, no entanto, alterou a perspectiva de negativa para estável.             Assim, segundo a agência este corte reflete a persistência do grande déficit fiscal, um alto e crescente endividamento do governo e o fracasso das reformas legislativas que poderiam melhorar o desempenho estrutural das finanças públicas brasileiras.

No âmbito político, o atual ministro da fazenda, Henrique Meirelles, diz que ainda não decidiu se será candidato à presidência – o prazo é até 7 de abril -, porém reconheceu que “em tese” poderia disputar o pleito com o atual presidente Michel Temer (PMDB). Além disso, também disse que Temer tem lhe encorajado a sair candidato à sua sucessão. Assim, ele descarta a possibilidade de ser vice em outra chapa ou continuar como ministro no próximo governo. Já Temer nega que será candidato à reeleição, e também, alegou não se intimidar com a perda do foro privilegiado.

Por fim, uma boa notícia para os grandes bancos brasileiros, pois após uma queda de seu lucro em 2016, o Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander Brasil lucraram R$ 64,9 bilhões no passado. O que representa uma alta de 21%, e já para este ano, a projeção é de um avanço da ordem de 10% nestes resultados, porém estes números tem a possibilidade de serem ainda maiores, dependendo do desempenho do crédito. É necessário ressaltar que este resultado é impressionante, uma vez que o contexto da atividade econômica ainda é fraco e de estes números terem ocorridos em meio ao ciclo de queda da taxa básica de juros (Selic). Assim, as margens até refletiram o juro menor, porém a queda nas despesas de provisão contra calotes mais do que compensou este efeito nos balanços de 2017.

Panorama Mundo

Nos EUA, o Fed informou, no dia 23 de fevereiro, que planeja elevações graduais da taxa de juros, apesar de ainda a manter num nível relativamente baixo. No relatório apresentado ao Congresso, o Fed não demonstrou preocupação com a evolução salarial, afirmando que o crescimento foi moderado parcialmente em função do fraco ritmo de crescimento da produtividade nos últimos anos. Ademais, este relatório desencadeou uma segunda alta semanal na Bolsa de Nova York, atingindo 7337,39 pontos, culminando com a alta de outras bolsas americanas, com a Dow Jones com variação de 1,39% e a S&P 500 com 1,6%. O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin também minimizou as preocupações dos investidores, alegando que as políticas de Trump não impulsionarão a inflação. Quanto à moeda, o dólar atingiu o máximo contra as maiores moedas na sexta-feira, estendendo sua recuperação do baixo valor atingido semana passada.

Apesar dessa alta na moeda americana, na Europa, o BCE teme a fraqueza do dólar, uma vez que assim a zona do euro foi exposta a uma série de minutas do banco que destaca o receio de que Trump possa deliberadamente entrar em uma guerra cambial. As última reuniões tanto do BCE quanto do Fed acabaram gerando impactos nas bolsas europeias, com a DAX fechando com uma variação semanal de 0,26%, e a FTSE 100 encerrando com -0,69%. Ainda com relação ao BCE, no dia 19 de fevereiro, o novo vice-presidente, Luis Guindos,  foi nomeado, assumindo o mandato apenas no dia 1 de junho. Quanto à questão do Brexit, o número de europeus que deixaram o Reino Unido atinge a máxima da década, e Theresa May está dividida entre os defensores do “Brexit duro” e da ala que pede a manutenção de relações próximas com o bloco europeu. Positivamente, o superávit comercial sobe a 23,8 bilhões de euros em dezembro, ao passo que o índice de confiança do consumidor recuou em fevereiro.

No continente asiático, o Japão continua crescendo por um período prolongado de 28 anos, apesar de que, como os resultados de dezembro foram um pouco mais fracos, alguns economistas argumentam que talvez a atividade esteja “perdendo o fôlego”.  Quanto às exportações, houve um avanço de 12,2% ao ano em janeiro, valor acima do que esperado. O presidente do Banco do Central é indicado novamente para um segundo mandato, procurando continuar com a “flexibilização poderosa”. Já a China está em estado de tensão com os EUA, uma vez que não reagiu bem às sanções contra a Coreia do Norte. Além disso, o China Banking Regulatory Commission reviu as regras para bancos estrangeiros, diminuindo as burocracias exigidas, e a agência de notícias oficial do governo afirmou que o país irá manter sua política fiscal proativa e uma política monetária prudente. Com relação a esses dois países, ambos fecharam a semana com as bolsas no positivo, com a Shenzen com 4071,09 e a TOPIX com1760,53 pontos.

Quanto as variações intensas, podemos citar o Bitcoin que está em queda, acumulando uma variação semanal de -11,91%. Apesar disto, reguladores por todo mundo estão tomando precauções quanto a criptomoedas, com alguns países, como os Estados Unidos, cogitando criar regras para proteger os consumidores e não destruir inovação.

Índices e Indicadores

Bolsas de Valores

Índices Cotação WTD MTD YTD YoY
Ibovespa 87.293,24 3,275% 2,103% 12,062% 30,948%
Dow Jones (EUA) 25309,99 0,36% -3,2% 1,96% 21,55%
S&P 500 (EUA) 2747,3 0,55% -2,71% 1,91% 16,05%
NASDAQ (EUA) 6896,6 1,86% -0,77% 5,92% 29,06%
DAX-30 (GER) 12483,79 0,26% -5,53% -3,01% 5,76%
FTSE-100 (UK) 7244,41 -0,69% -3,84% -5,27% 0,0098%
Nikkei-225 (JP) 21892,78 0,79% -5,22% -6,864% 13,53%

Altas da Semana

Ticker Cotação WTD
ELET6 29,23 17,39%
ELET3 24,90 16,08%
MGLU3 86,99 10,66%
PETR3 22,65 9,31%
PETR4 21,12 8,75%

Baixas da Semana

Ticker Cotação WTD
PCAR4 66,50 -6,76%
BBSE3 29,75 -6,30%
CCRO3 13,79 -5,93%
BRFS3 28,40 -4,38%
CSNA4 10,26 -3,48%

Moedas

Câmbio Cotação WTD MTD YTD YoY
USD/BRL 3,2384 0,21% 1,65% -2,24% 4,08%
EUR/USD 1,2293 -0,91% -0,94% 2,3% 16,38%
GBP/USD 1,3967 -0,53% -1,53% 3,44% 12,02%
JPY/USD 0,00936 -0,57% 2,17% 5,524% 5,16%
BTC/USD 9663,0 -11,91% -3,58% -26,98% 726,2%

Commodities

Commodity Cotação WTD MTD YTD YoY
Gold 1329,97 -1,29% -1,14% 1,76% 5,81%
Crude Oil (WTI) 63,55 3,03% -1,78% 5,49% 17,71%
Brent Crude (ICE) 67,31 3,81% -2,49% 1,11% 20,21%

                                                                                      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *