Taxa de desemprego americana atinge seu menor nível em 18 anos

CJE FGVArtigos1 Comment

Em 2010, a economia americana enfrentava uma fase que trazia uma taxa de desemprego próxima a 10%, algo que representava cerca de 15 milhões de desempregados no país. Desde o início da recessão em dezembro de 2007, ainda que o número de demissões houvesse diminuído, os Estados Unidos haviam perdido 6,9 milhões de postos de trabalho devido, principalmente, à falta de confiança do consumidor e à baixa demanda por serviços domésticos. O cenário sinalizava uma difícil recuperação para a pior recessão em 70 anos.

Ao analisar-se o cenário econômico atual, no entanto, encontra-se uma taxa de desemprego que chegou a 3,8%, o menor desde o governo de Bill Clinton em abril de 2000,  de acordo com o Departamento do Trabalho dos Estados Unidos. Ainda, registrou-se uma geração de 223 mil novos empregos, algo que superou o previsto, além de um sólido crescimento dos salários chegando a um avanço de 2,7%, em relação ao ano anterior, do salário médio por hora.

O aumento generalizado dos salários fortaleceu a ideia de que o Federal Reserve (Fed), o sistema de bancos centrais dos Estados Unidos, continue aumentando a taxa de juros americana nos próximos meses. O fato se deve ao medo de um avanço na inflação, ou seja, um aumento generalizado dos preços na economia americana. No entanto, a curto prazo, o Fed sinalizou aceitar uma leve alta inflacionária e não se vê pressionado.

Em termos de análise do contexto atual, o mercado mostra que a economia americana está no caminho para recuperação e crescimento. Empregadores parecem se preocupar menos com as consequências da recente disputa comercial travada contra a China e passam a gerar mais empregos.

Em suma, o país vem passando por uma fase de alta no que diz respeito à geração de empregos. No entanto, não se deve descartar que, por mais que os dados demonstrem solidez, devido à grandiosidade e influência que a guerra comercial entre Estados Unidos e China tem, o futuro da taxa de desemprego ainda é incerto.

 

Texto de Maria Clara Saviano Al Makul, graduanda em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas e consultora da Consultoria Júnior de Economia da EESP-FGV.

One Comment on “Taxa de desemprego americana atinge seu menor nível em 18 anos”

Deixe uma resposta